Despedida

Olá meus amores, viram como eu estou postando com frequência? Urrá! tÔ melhorando!! 
rsrsrsrssrsrs...

meus amores, hoje o post é de despedida. Despedida desse meu cantinho lindo, que por muito tempo recebi carinho e recadinho lindo de todo mundo. Tô muito atarefada, não estou podendo postar mais...
enfim...

me despeço deste blog, mas é desse, ta? Porque vou migrar esse bloguinho aqui pra o wordpress. hahahahahahahahaha... Lá as coisas são mais simples de se butucar, Lá eu terei mais possibilidade de se trabalhar com vídeos, imagens, Plugins, nível de edição bem mais simples, e é beeeem mais bonitinho esteticamente. enfim... por isso!

Espero, e espero mesmo que vocês meus fieis amigos continuem a seguir por lá.
Beijos pra vocês!!!

E deixo o link da página e da FanPage do Facebook pra seguirem, ok?
Blog: http://bicicletasboloseoutrasalegrias.wordpress.com/
Fan Page: https://www.facebook.com/pages/Bicicletas-bolos-e-outras-alegrias/413327112073984?ref=hl

Meu mundo cor de Rosa

Amores...
Boa noite!!

Sabe como é neh?? Apresentei um trabalho na faculdade, voltei pra casa na intenção de estudar, mas o meu ócio criativo (hahahaha...) não deixou!! Melhor dizendo, a preguiça não deixou.

E hoje pela primeira vez, consegui pintar as minhas unhas (wow, que interessante!). Depois de um bom tempo tentando e tentando, essa pintadinha ficou até razoável. Tentei fazer umas bolinhas pra ficarem estilo poá, mas sem sucesso. Outra coisa que não ficou muito bacana, é que não ainda não sei limpar, neh...

rsrsrsrsrsrs... O resultado não ficou perfeito, mas olhando de longe dá pra tapear.

O esmalte usado foi "Doce Loucura" da Colorama.

Vou tentar por em pratica essa arte. Prometo! E prometo também postar melhores imagens, tanto da pintura, como a foto mesmo, é que minha fotografa (mãe), está com o pescoço dolorido. Como é mesmo o nome que se dá quando ta assim, hein?? só sei que ela nem consegue virar. E meu pai teve que me acudir nessa.

BeijOs de boa noite!!





Um presente (2)

Boa noite meus amorinhos,
é tão gostoso quando encontro na minha caixinha de e-mail, um presentinho, não é mesmo?
e o presentinho veio como se abraçasse a alma, cheia de aconchego, em forma de canção.

e é claro, não podia deixar de compartilhar com vocês!!!
um tanto de beijo e muitooo boa noite!!




One Moment More

Hold me
Even though I know you're leaving
And show me
All the reasons you would stay
It's just enough to feel your breath on mine
To warm my soul and ease my mind
You've got to hold me and show me love

Give me
Just one part of you to cling to
And keep me
Everywhere you are
It's just enough to steal my heart and run
And fade out with the falling sun

Oh, please don't go
Let me have you just one moment more
Oh, all I need
All I want is just one moment more
You've got to hold me and keep me now

Tell me that someday you'll be returning
And maybe
Maybe I'll beleive
It's just enough to see a shooting star
To know you're never really far
It's just enough to see a shooting star
To know you're never really gone

Oh, please don't go
Let me have you just one moment more
Oh, all I need
All I want is just one moment more

Oh, please don't go
Let me have you just one moment more
Oh, all I need
All I want is just one moment more
You've got to hold me and maybe I'll believe

So hold me
Even though I know you're leaving

Mais Um Momento

Me abrace
Ainda que eu saiba que você está partindo
E me mostre
Todas as razões de você ficar
Já é o suficiente sentir a sua respiração na minha
Para aquecer minha alma e tranquilizar minha mente
Você tem que me abraçar e me mostrar amor

Me dê
Apenas uma parte sua para eu agarrar
E me manter
Em todo lugar que você estiver
Já é o suficiente roubar meu coração e correr
E desaparecer com o pôr-do-sol

Oh, por favor não vá
Me deixe te ter apenas mais um momento
Oh, tudo que eu preciso
Tudo que eu quero é apenas mais um momento
Você tem que me abraçar e me proteger agora

Me diga que algum dia você vai voltar
E talvez
Talvez eu vá acreditar
Já é o suficiente ver uma estrela cadente
Para saber que você nunca está tão longe
Já é o suficiente ver uma estrela cadente
Para saber que você nunca irá embora

Oh, por favor não vá
Me deixe te ter apenas mais um momento
Oh, tudo que eu preciso
Tudo que eu quero é apenas mais um momento

Oh, por favor não vá
Me deixe te ter apenas mais um momento
Oh, tudo que eu preciso
Tudo que eu quero é apenas mais um momento
Você tem que abraçar e talvez eu acredite

Então me abraçe
Ainda que eu saiba que você esta partindo



A Medida da Paixão




É como se a gente
Não soubesse
Prá que lado foi a vida
Por que tanta solidão?
E não é a dor
Que me entristece
É não ter uma saída
Nem medida na paixão...

Foi!
O amor se foi perdido

Foi tão distraído

Que nem me avisou



Foi!

O amor se foi calado
Tão desesperado
Que me machucou...

É como se a gente
Pressentisse
Tudo que o amor não disse
Diz agora essa aflição
E ficou o cheiro pelo ar
Ficou o medo de ficar
Vazio demais meu coração...

Foi!
O amor se foi perdido

Foi tão distraído

Que nem me avisou

Nem me avisou!


Foi!

O amor se foi calado
Tão desesperado
Que me maltratou...

P.S.: "demasiado amor. confuso e dolorido. não se esgotou, nem acabou, nem morreu. apenas desmoronou, veio abaixo com uma torre alta, como uma aposta alta, como uma esperança descomedida". 

quando o amor se foi.














samba do Cartola no último volume.
abri a geladeira, peguei minha cerveja favorita
me joguei no sofá, falida
escrevi várias cartas com signos do amor e uma canção da noite.
coloquei tudo no barco
pro mar [o] encontrar.

(da minha amiga fe-lys)

Engenharia de Deus



E vi as borboletas. E meditei sobre as borboletas. Vi que elas dominam o mais leve sem precisar de ter motor nenhum no corpo. (Essa engenharia de Deus!) E vi que elas podem pousar nas flores e nas pedras sem magoar as próprias asas. E vi que o homem não tem soberania nem pra ser um bem-te-vi.

(Manoel de Barros) 

Família Grisi

Boa noite meus amores!

Feriadinho baum esse, hein? Aproveitei pra estudar durante o dia, e agora a noite me organizar com as pastas de fotografia.

Falando nisso, hoje eu vim postar o resultado das fotos de uma família linda: A FAMÍLIA GRISI. O ensaio foi maravilhoso! Um dia bonito de sol, os meninos (Davi e Vitor) bem disposto e cheios de charme!! Os pais, dois fofos que ficaram e me deixaram super a vontade. A sessão foi externa, com muitos brinquedinhos, graminha e é claro, uma bolinha, já que a mamãe Jamile é cercada de três homens!! rsrsrsrsrs...

Vamos lá as fotos?

(A imagem aparecerá pequena, pra ver maior, basta clicar nela)
Beijinhos!















E pra terminar,  todas as fotos da sessão indo pra casa!




Giseli de Santi

Ain que saudade de chegar aqui e dar boa noite aos meus amores!! (Lorena, menos, bem menos!!!)  Ta!! Aos meus poucos, mas lindos e queridos leitores!!! 

O post de hoje é sobre uma dona moça de voz doce, feito passarinha. Conheci a moça através do "Musicoteca", um espaço pra quem quer conhecer e mostrar também a nova música brasileira. MEGA bacana o site, depois corre lá e acessa!! 

Lá descobri também que a Giseli de Santi - o nome da bela, é uma moça do sul, formada em música. A sua música dá uma volta na bossa nova, perpassa o jazz, samba e também o blues. Enfim, um deleiteee!!! Quando escutei, foi PA-PUM!! Não parei de ouvir... me identifiquei, sabe??

Apois minha gente... vou deixar um vídeozinho com uma das música, e se você gostou e quer baixar o cd completinho, é só vir nesse link aqui, oh: http://migre.me/ahXZ7



Beijinhosss amorinhos! Boa noitinha!

Ain gente, deixa eu postar mais um?? hahahahaha...só mais um?? 

Agora sim, boa noite!

=)



"Você é muito enigmático"



"nem eu me entendo direito
meu jeito não dá pra prever

às vezes dá defeito." 

Come Home

tudo em mim é vontade de afago,
vontade de abraçar.
penso nas manhãs em que te via
com aqueles olhos miudinhos, cheio de preguiça.
momentos em que o nosso tempo era eterno.
guardo tudo aqui na memória, 
guardo você na memória,
e espero a cada dia e a cada hora. 

menino, nós construímos isso 
através de anos
menino, você sabe que eu estou certa, 
então venha para casa.
menino, o que eu não faria só pra estar com você? 
os seus braços podem proteger os meus medos,
venha pra mim! 
Não há lugar em que eu preferiria estar, 
então, 
venha pra mim...

O lar é onde nós pertencemos, 
então venha para casa.

A minha primeira vez!

Oi oie amores, boa tarde!

Como estão? Que saudade do blog!! Que saudade! Tenho novidade, tenho novidade!!!

1,2,3 e já!!!

FIZ A MINHA PRIMEIRA SESSÃO DE FOTOS COM BEBÊ (NEWBORN SESSION)!!! Ain que feliz!!!!

A sessão foi com Maria Flor, filha de Diêgo e Lilian e irmãzinha da Analu. Fizemos a sessão no domingo a tarde. Tava tão frio, tão frio, mas com a ajuda dos aquecedores e da luz amarela, a  princesinha não sentiu nenhum pouquinho de frio. 
Depois de tomadinha banho, de beber leitinho de mainha, e prontinha para a sessão, Maria Flor resolve fazer xixi. rsrsrsrsrs... Eu, toda prestativa, fui trocar neném....e olha o que eu recebo em troca?? 

Uma jatada de cocô. hahahahahahaha... Mãos, braços e roupa de meleca. Enfim, depois de dar um jeito nessa melequeira toda, a nossa sessão fluiu super bem! Ela dormiu durante quase toda a sessão, acordou apenas pra mamar e, no finalzinho da sessão deu o ar da graça, aparecendo de olhinhos abertos. Uma fofura que só!! 

Espero e espero mesmo que gostem! Vou deixar aqui no blog uma fotinha e as demais, estão postadas no Facebook, ok?? Pode ir lá... e aproveita para dar sua opiniãooo!!!

Link do Facebook: http://migre.me/a4Q6C
Beijos e xeiros!


Sobre mais um projeto

Olá meus amores, boa noite!!

Depois de alguns anos (hahaha...brincadeira!), mas por um bom tempinho estive longe daqui, eu volto pra compartilhar com vocês sobre mais um projeto. 
Desde quando comprei o meu brinquedinho, a minha NIKON D7000 estava um tanto perdida sobre o que fotografar. De primeira me apaixonei por tudo: casais, casamento, ensaio feminino, sensual... e por aí vai... mas de um tempo pra cá a cordinha do meu coração anda puxando para a Fotografia Infantil e Ensaio de Gestante. 

ain gente...e ando tão ansiosa por isso. Fico horas e horas, vendo fotografia das fofurinhas, tô começando a estudar sobre, e até já comecei a fazer algumas fotos com eles. E digo: Logo, logo terei novidades, quer dizer, teremos... rsrsrsrsrsrs... Por favor, aguardem!!

Enquanto isso, vou deixar pra vocês, uma das fotos que eu tirei hoje e o meu perfil do Facabook e Flickr, que são onde eu estou postando as fotos. Espero, espero muitoooooo que gostem!! Fiquem a vontade para criticar, dar pitaco, elogiar... rsrs...


Beijos!!

O Projeto Nú

Essa semana butucando as coisas na internet, achei esse projeto super bacana. Simplesmente amei a ideia. O "The Nu Project" é um projeto do fotógrafo Matt Blum onde são fotografadas mulheres “normais” em seu ambiente cotidiano. Não há modelos, maquiagem, retoques ou truques. Somente a beleza de mulheres reais em meio às suas inseguranças, diferenças, personalidades.

Algumas poucas fotos do projeto, pra vocês verem:





Gostaram do Projeto? Se sim, tem mais aqui e aqui!!

Beijos e boa noite!!




Sobre o Gladir Cabral

Boa noite, meus amores...

Finalmente de férias!! Da faculdade, eu quis dizer... rsrsrsrsrsrs...

Hoje eu vim compartilhar com vocês sobre uma grande referência literária, em termos de autoria, em se tratando de música brasileira cristã, e no geral também, porque não??  
A primeira música que conheci foi Casa Grande. Interpretada por João Alexandre (outro ferinha). Depois descobri que a canção não era do João e sim do Gladir Cabral - a minha indicação de hoje. E descobri também, que além de escrever tão bem...ele canta, e lindamente.

Eu não podia deixar de mostrar pra vocês também. Deixo aqui, algumas das canções que mais gosto. 

Espero mesmo que gostem! 
Beijos!


CASA GRANDE


REI DO UNIVERSO


PAZ E COMUNHÃO



Diário Fotográfico #23



Deus deve ter me feito no vai-e-vem dos quatro ventos. Só isso explicaria a minha instabilidade, minha falta de chão. Eu voo. Eu vou com o vento. É, eu sou do tipo volúvel, ando mudando de lugar. Tudo bem, eu sei que ser meio instável não é lá uma característica das mais sublimes que alguém pode ter. Mas, eu sou. Talvez seja um dos meus lados errados ou talvez não esteja usando a definição certa ou talvez eu seja volúvel em um sentido mais leve da palavra. Eu mudo constantemente, ando me adaptando a mim mesma de vez em quando. Eu quero demais, não gosto de meios, entre duas metades há sempre um vácuo. Não gosto de faltas, não sei lidar com ausências, sou de tato. Quero muito e quero intenso, vou pra onde escuto o coração gritar mais alto. Vou pra onde os braços são mais abertos e o abraço é ninho – que esquenta. Vou pra onde o sorriso é mais largo e os olhos brilham mais. É, eu sou do tipo volúvel, e isso não é falta de personalidade, é sobra, acredite. Apesar de borboleta, apesar de efêmera feito uma flor de anêmona, meus amores são de verdade e, apesar de poucos, são intensos. Sou cara pro sol, sou vento nos cabelos. Vou mais pelo que sinto, atropelo o que vejo. Sou do tipo que parte, sem nunca ter chegado. E Deus deve ter me feito em cima da corda bamba. Só isso explicaria meus passos miúdos, minha pressa em caminhar devagar. Eu vou e não importa se vou querer voltar, eu quebro a cara se for preciso. Eu me despedaço, eu me deixo despetalar. No fim, eu me refaço. E recomeço. Sempre flor. Sempre inteira. Se isso tudo é ser volúvel, eu sou. Se isso é defeito, eu assumo. Vou mesmo contra a corrente, aprendi a ser teimosa.

Simone Oliveira.

sobre dias tristes


Esperou a luz do abajur se apagar,
e caiu no choro
Era tanta lágrima, que de pranto esvaziou-se,
esvaziou de tudo que guardara daquele dia. 
Chegou com anseio
e voltou desocupada, vazia.
Mais ardente. Sem esperança!



Sobre os acontecimentos



Fechou o portão, consultou a hora no visor do telefone celular e caminhou a passos largos em direção ao ponto de ônibus. O calor de início de tarde escaldava, mesmo os que se abrigavam à sombra. Não teve que esperar muito pois, por sorte, a condução logo chegou. Subiu, pagou a passagem com seu cartão de estudante e, durante esta operação, escaneou o interior da condução em busca de um lugar à sombra. O transporte estava quase vazio, meia dúzia de passageiros pingavam entre uma poltrona e outra. Escolheu um assento do lado esquerdo, cujo fator de estar à sombra foi decisivo. Deteve-se. No lado oposto, exposta aos inclementes raios solares que atravessavam as janelas, uma moça lhe sorriu.


Olá, disse a moça do sorriso hipnótico.
Olá, tudo bem? Respondeu ele timidamente.



Sentou-se e iniciou uma busca em sua memória: de onde a conhecia? Sabia que sim, mas, de onde? Tal rosto, radiante como as felizes manhãs, não poderia ser facilmente esquecido, pensou. 



O ônibus deu uma guinada à esquerda e a poltrona onde tinha sentado ficou exposta ao sol. Agora a dela gozava da sombra. Hesitou por alguns instantes, levantou-se e sentou do outro lado, vizinho à conhecida incógnita. 



Oi, começou ele, te conheço mas não lembro de onde.
Também te conheço, talvez seja do Facebook, respondeu a moça.
É isso, do Facebook. Interessante como vivemos. Eu, por exemplo, continuou ele, tenho mais de 1200 “amigos” virtuais mas, muitas vezes, encontro algum pela rua e nem nos falamos. Coisas dessa era na qual vivemos: muito virtual e pouco real. Você faz comunicação? 
Publicidade e propaganda.
Desculpa, esqueci seu nome. Lembro dos rostos, mas esqueço os nomes.
Ah, eu também. Me chamo L. E o seu? Também esqueci, riu.
A. Não esquecerei mais seu nome.
Chicletes? Ofereceu a moça.
Não, obrigado. Estou usando aparelho ortodôntico e não posso mascar chiclé. 



Retornaram para seus mundos: ela se dividia entre os fones de ouvido e uma leitura que falava sobre fé e ele, após fazer algumas ligações, abriu um texto que tratava sobre a obra de Dostoiévski. O ônibus dobrava esquinas, recebia e despejava passageiros e eles permaneciam ali, timidamente isolados. Ele não conseguia se concentrar na leitura, sua cabeça girava naquela pequena brecha de tempo, espaço, mundos de possibilidades... Pensou em como os seres humanos vivem isolados, a despeito de toda a tecnologia de comunicação que atualmente dispõem. Ilhas cercadas de ilhas, concluiu ele. Viviam conectados a milhões de facers, emails, números de celulares e toda a parafernália comunicativa que absorvia suas vidas. Ilhas de solidão e desejo, reféns de uma gaiola de aparência e de necessidade de sucesso. Atualizam seus perfis, postam fotos, citam autores famosos e, após o Shot down no sistema, respiram um pouco de ar real e fecham seus portos, ilham-se. 



Vencendo a inércia da timidez – o que era incomum pois não era tímido – ele puxou conversa. Soube que ela não estava indo para a faculdade naquele momento – desceria no ponto seguinte -, e que trabalhava em uma agência de publicidade. Ele fez alguns comentários sobre o mercado de trabalho, a realidade daquela cidade, ainda atrasada em termos de publicidade profissional e de como sua profissão – jornalismo – é pouco valorizada. 



O ônibus se aproximou do ponto. Ela se levantou, abriu novamente o farto sorriso hipnótico e se despediu. Prometeram se falar, pessoalmente ou pelos meios eletrônicos. 



Ele seguiu viagem e, nos dias seguintes, fragmentado entre leituras e escritas, compromissos e outros afazeres que a vida lhe impunha, ardia...

Amarildo, Eugênia e Guilherme, esperando Edu.

Boa noite meus amores...

Mais um vez não vou me queixar da falta de tempo. rsrsrsrsrs...Mas do tiquinho que me sobra, tenho que falar e mesmo.

No último domingo (13/05/2012), "Dia das Mães" pela manhã, tive o prazer de fotografar essa família linda: Amarildo, Eugênia, Guilherme e Edu. Gente, foi uma delícia, a manhã foi recheada de fotos bacanas, conversa gostosa e música.

- Música? Mas como assim?

É, isso mesmo. Enquanto fotografava, o pai (Amarildo) toca pra gente. Foi ma-ra-vi-lho-so!

Só uma pequena observação: Vocês precisam ver/conhecer. Guilherme. É um fofo! Fiquei encantado com a inteligência da criaturinha. Super agradável!

E vamos para as fotos...











Minha gente, não acabou por aqui. Tem mais! Se você gostou e quer ver as outras fotos, corre lá pra o FB.

Beijinhos e espero, espero mesmo, que tenham gostado!

= )

Do lado de dentro


Faz frio lá fora, e aqui dentro também. Pudera eu juntar e concentrar todas forças que tenho e ir de encontro a braços que abraçam e aquecem. Faz frio lá fora mas a minha visão ainda consegue ver tudo, mesmo que o tudo seja o caminho que me faz perder. Faz frio lá fora e eu aqui esqueço que a vida continua. Esqueço o que sufoca. Faz frio lá fora. Sem medo. Abro a janela. Faz frio cá dentro. Começo a acreditar que o frio é um pretexto para me deixar estar. Ficar. Permanecer. 

Móveis Coloniais de Acaju

Porque eu amei o clipe e o making off e a letra da música.

"O clipe"

 


"Making Off" 

 



Da série: Bugigangas - Parte 02

Olá meus amores, boa noite!

E pra vocês, mais um post das minhas bugigangas. Não sei se já postei por aqui, algumas das minha pinturas em almofadinhas. É uma coisa que eu super adoro fazer. E digo, se nada der certo nessa minha vida de publicitária, vou virar artesã. #FATO!

Então pessoal, essa camisa que acabei de pintar é resultado de uma paixãozinha pelo Chaplin, essa fofura muda e de bigodinho.

Espero que gostem!!

Xeiross!

P.S 1: A camisa foi comprada na Riachuelo, de 10 conto (se isso lhe interessa!) e a tinta, o nome dela é.... Acripuff, marca - Acrilex. Compra em qualquer armarinho.
P.S 2: A minha coLcha de jornal, não é linda? (Que prosa Lorena, que prosa!)
P.S 3: Clique na imagem para ver maior. 



 


 




le petit Nicolas

Depois de passar a tarde enfadonha do feriadão estudando, baixei um filme aqui bem rapidinho. Pense num filme gostoso. Daquele que não se vê a hora passar?

Morri de rir!

                               

O Pequeno Nicolau é um filme que conta a história a história de Nicolau, um pequeno que ao ouvir a conversa de seus pais entende que sua mãe está grávida, e que, por ter um irmãozinho a caminho, será abandonado na floresta. Ele juntamente com os seus amiguinhos da mente fétil bolam um plano e aí começa uma jornada maluca desses garotinhos para ajudar o Nicolas. 



Então... ta aí uma indicação de filme! 






Só uma observação: Me identifiquei muito com o Alceste. Será porque hein? 

beijinhos e boa noite!


Sobre a Tabhata Fher

Jesus, eu sou apaixonada pela voz dessa mulher!

Linda nem precisa dizer, neh? Um deslumbre: Super linda, natural, sensual...wow!!! Ela é show demais! E canta que é uma maravilha! Acho que já postei alguns vídeos dela aqui, mas hoje a indicação de música é toda dela. Tabhata Fher é o nome dela!

 


 









Espero mesmo que gostem! Beijos!

Sem um título interessante

Olá pessoal,


Longe de eu começar postando fotos com look do dia. Mas sabe aquele dia, em que você já acorda bem? (tirando as minhas duas provas de hoje). Então...


é que hoje acordei me sentindo assim: a branquinha de Caetano, a linda flor de Luiz Gonzaga, a flor de Chico Science, a Anna Júlia do Los Hermanos, a morena de Itapoã; a divina garota de Ipanema, a Iracema,de Adoniran. Taaaaaaa!!!! Chega!  (Menos Lorena, menos, bem menos. Quase nada!


E como eu tÔ nessa felicidade toda, tirei umas fotos agora hoje a noite só mesmo pra......
....
....
....
pra nada!


Então, vamos lá! (Detalhe: as fotos estão todas desfocadas, minha mãe não soube cutucar na mánica) huahauhauhauahahauhauha...


 


 


  








Então, pessoal! É isso!